Por que minha empresa precisa de contabilidade?

Por que minha empresa precisa de contabilidade?

Neste artigo vamos explicar o que é contabilidade, para que serve e por que as empresas precisam ter uma. Se você tem dúvidas a respeito da contabilidade, e de como ela é uma incrível ferramenta de gestão que pode alavancar os negócios, vem com a gente para entender um pouco mais sobre o universo contábil.

Afinal de contas, o que é contabilidade?

Vamos a algumas definições populares:

  • Para muitos, a contabilidade é “aquela empresa que manda um monte de contas para pagar”.
  • Outros dirão que é “algo importante, mas não sei explicar para que serve”.
  • Também tem quem acredite que é “como se fosse um órgão público, que só serve para resolver burocracia”.

Mas vamos de fato ao que é a contabilidade, de acordo com o dicionário: “Ciência teórica e prática que estuda os métodos de cálculo e registro da movimentação financeira de uma firma ou empresa”.

Podemos ainda explicá-la assim: “É uma ciência social que tem por objetivo o estudo das variações que acontecem no patrimônio das empresas (qualquer pessoa física ou jurídica). Através desse estudo, é fornecido o máximo de informações úteis para as tomadas de decisões, tanto dentro quanto fora da empresa, analisando, registrando e controlando os bens”.

Qual a finalidade da contabilidade?

A sua finalidade é registrar os fatos ocorridos e os que ainda vão acontecer e produzir informações que possibilitem ao empresário controlar (certificar-se de que a organização está atuando de acordo com os planos e políticas traçados) e planejar (decidir qual curso tomar para atingir o objetivo com mais rapidez, eficiência e eficácia). A contabilidade é necessária para toda e qualquer empresa, independente de porte e regime de tributação.

MEI precisa ter contabilidade?

Pela legislação brasileira, apenas as empresas constituídas como MEI (microempreendedor individual) não são obrigadas a ter a contabilidade mensal. Porém, mesmo sendo desobrigada, caso o microempreendedor contrate um funcionário, vai precisar enviar obrigações acessórias relativa à área trabalhista, o que faz necessário um suporte contábil adequado para estar em dia com as obrigações trabalhistas.

Ela também é necessária para que o MEI possa receber os lucros da empresa, de forma isenta do imposto de renda de pessoa física. E o mais interessante para o MEI é não somente ter a contabilidade para poder cumprir as obrigações com o fisco, mas poder ter o contador como seu aliado na gestão financeira. Grande parte dos microempresários não tem conhecimento profundo nas áreas de gestão administrativa e financeira. Para eles, a contabilidade pode ser um valioso instrumento de verificação para saber como anda a saúde financeira da empresa – e isso vale não apenas para os microempresários, mas para todos os negócios em geral.

Onde a contabilidade é útil?

Um dos objetivos é gerar informações para as empresas e demais interessados externos, como governo, bancos, investidores e a sociedade. Ela serve para verificar e analisar os fatos ocorridos, além de possibilitar o planejamento do que pode acontecer.

As empresas contábeis prestam muito mais que serviços de contabilidade em si: dentro do rol de possibilidades, algumas áreas podem ser abrangidas, tais como departamentos pessoal e fiscal, legalização de empresas e contabilidade consultiva. Entenda melhor cada umas dessas principais áreas de atuação:

  • Pessoal – cuida de todas as questões de relação de trabalho entre o empregador e os funcionários, assessorando nos processos de admissão, cálculo de folha mensal e de férias, 13º salário, benefícios, auxílio na interpretação da convenção de trabalho, processo de rescisão, entre outros.
  • Fiscal – lida com toda a parte tributária, auxiliando na escrituração de notas e dos livros fiscais, apuração de impostos, elaboração e envio de diversas obrigações acessórias exigidas pelo governo e oferecendo assessoria na interpretação da legislação fiscal.
  • Legalização – toda a parte dos serviços de abertura, alteração e encerramento de empresa, verificando quais atividades serão desenvolvidas e quais as licenças e documentos necessários para o início da operação.
  • Contabilidade consultiva – é uma novidade que está em expansão. Por meio da dela, é possível gerar indicadores de desempenho e controles que sinalizam como anda a saúde financeira. Também pode atuar na adequação de custos e despesas fixas, no ciclo financeiro e na gestão de estoques.

Qual a vantagem de ter uma contabilidade?

Uma pesquisa do Sebrae, apresentada em outubro de 2016, mostra que a taxa de mortalidade das microempresas constituídas em 2012 foi de 45%. De acordo com os entrevistados, os principais motivos foram custos com impostos e despesas, problemas financeiros, capital de giro insuficiente, falta de linha de crédito, dificuldades na gestão e problemas administrativos e contábeis.

Entendendo quais as principais causas de mortalidade de empresas, podemos ressaltar a importância da contabilidade ativa, visto que através das informações por ela geradas e do correto planejamento, quase todos os itens listados no parágrafo anterior podem ser acompanhados de forma preventiva ou sanados.

A principal vantagem, além de deixar as obrigações com o governo em dia, é seu uso estratégico como ferramenta de gestão, utilizando as informações geradas para efetivar o seu planejamento e acompanhar o seu crescimento e desenvolvimento.

Ainda tem dúvidas sobre como a contabilidade pode te auxiliar? Quer saber como podemos ajudar a sua empresa a se desenvolver e a crescer? O foco da Creare Contábil é atuar de forma consultiva, auxiliando a gestão dos negócios. Entre em contato conosco e descubra todas as possibilidades.

Artigo escrito por Jaqueline Reis

 (11)97250-5016

Newsletter

Av. Paulista, n. 37 4º Andar São Paulo|SP
(11)4576-4493 (11)97250-5016